Primo do atual prefeito de Candeias é acusado de esquematizar execução de Chico Pernambuco

0

Porto Velho, RO – A Polícia Civil parece ter, finalmente, desvendado os mistérios que envolvem o assassinato do ex-prefeito de Candeias do Jamari Chico Pernambuco (PSB), executado no dia 18 de março deste ano. A trama parece enredo de filme: quem teria tramado a morte de Pernambuco seria o primo do vice-prefeito Luis Ikenohuchi (DEM), que tomou posse logo depois do ocorrido. Katsumi Yuji Ikenohuchi Lema, foragido, foi o arquiteto do crime, segundo a polícia.

De acordo com as informações colhidas Katsumi Yuji teria acercado a execução diretamente com Marcos Ventura Brito, já preso.

Willian Costa Ferreira, Henrique Ribeiro de Oliveira e Diego Nagata Conceição também foram presos durante as incursões da Operação Brutos, comandada pela delegada Keity Mota Soares.

O primo de Luis, que agora manda em Candeias, negociou com Marcos a morte do ex-prefeito porque Chico Pernambuco não terai cumprido promessas feitas durante a campanha eleitoral.


Pernambuco fora assassinato pouco antes de chagar em casa / Foto.: Divulgação

Secretarias em troca de financiamento de campanha

O enredo tenebroso não para por aí. Chico Pernambuco teria sido sumariamente exterminado porque por não cumprir promessas de campanha feitas ao grupo do vice-prefeito. O grupo, segundo informações, teria negociado o repasse de R$ 300 mil à campanha de Chico em troca das secretarias municipais de Educação e Agricultura.

Assim que fora eleito, o ex-prefeito teria negligenciado o acordo, ignorando os pleitos. Sob intensa pressão, acabou cedendo e permitindo que tanto o vice quanto seus parentes indicassem os nomes a compor as titularidades nas pastas de Agricultura e Educação. Entretanto, Pernambuco não permitiu que indicassem os demais assessores.

Estopim

A Polícia Civil ainda informou que a morte de Chico Pernambuco ocorreu mesmo porque, no dia 7 de março, poucos dias antes da execução, a vítima interferiu mais uma vez nos interesses da família do vice, especificamente em uma licitação contrária às necessidades do clã.

Marcos foi exposto porque já era investigado por acusações de envolvimento com o tráfico. Conversas entre ele e Katsumi foram interceptadas durante a investigação.

 

Autor / Fonte: Rondoniadinamica

Comentarios

Comentarios